Bem vindo!

Conheça, Loteamento Sintrial 1 e 2

Acordos Coletivos

Caixa reduz limites para crédito imobiliário a partir de hoje

Fonte: Estadão
Quinta-feira 17 de AGOSTO de 2017 as 11:52

 A partir desta quarta-feira, 16, quem solicitar crédito para compra de imóveis na Caixa Econômica Federal vai enfrentar uma nova realidade.



O banco reduziu o teto do valor dos financiamentos para casa própria, segmento do qual é líder com cerca de 68% de participação.



O banco já havia anunciado a medida em junho. No entanto, conforme apurado pela reportagem, na tarde desta terça-feira, 15, a Caixa emitiu um comunicado interno endereçado aos seus gerentes bancários marcando como data esta quarta-feira para que a medida passar a valer.



No texto, o banco informa as regras, que valem para novos contratos, revertendo o movimento feito pelo banco ao final do ano passado, quando elevou os limites de financiamento.



Conforme o anúncio da Caixa, o limite em empréstimos no âmbito do sistema de amortização constante (SAC) nas linhas Minha Casa, Minha Vida, Pró-Cotista, que oferece juros menores a trabalhadores titulares de contas vinculadas ao FGTS, no financiamento imobiliário, e com recursos do FGTS (CCFGTS) diminuiu de 90% para 80% do valor total do imóvel.



Já na tabela Price, com prestações constantes, a Caixa decidiu manter o teto no caso do programa Minha Casa, Minha Vida. Reduziu, entretanto, de 70% para 60% o limite para imóvel usado financiado pela linha Pró-Cotista e de 80% para 70% no financiamento de imóveis com recursos CCFGTS.



“A redução do teto reflete uma postura mais seletiva do banco que está debruçado na gestão de seus recursos”, justifica uma fonte, na condição de anonimato.



Conforme o anúncio da Caixa, o limite em empréstimos no âmbito do sistema de amortização constante (SAC) nas linhas Minha Casa, Minha Vida, Pró-Cotista, que oferece juros menores a trabalhadores titulares de contas vinculadas ao FGTS, no financiamento imobiliário, e com recursos do FGTS (CCFGTS) diminuiu de 90% para 80% do valor total do imóvel.



Já na tabela Price, com prestações constantes, a Caixa decidiu manter o teto no caso do programa Minha Casa, Minha Vida.



Reduziu, entretanto, de 70% para 60% o limite para imóvel usado financiado pela linha Pró-Cotista e de 80% para 70% no financiamento de imóveis com recursos CCFGTS.



Os clientes que já deram entrada no seu contrato de crédito imobiliário junto à Caixa, conforme uma fonte, têm um prazo para finalizá-lo nos tetos antigos.



Procurada, a Caixa confirmou a mudança e esclareceu que essa adequação deve impactar menos de 10% dos clientes que procuram o banco para realizar operações de financiamento.